Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Infra-estruturas verdes para um futuro urbano sustentável. O contributo da estrutura ecológica e dos corredores verdes

José Carlos Ferreira, João Reis Machado

Resumo


A “infra-estrutura verde” é definida por uma rede de áreas naturais e áreas abertas (open spaces) fundamentais para o funcionamento ecológico do território,contribuindo para a preservação dos ecossistemas naturais, da vida selvagem, para a qualidade do ar e da água e para a qualidade de vida dos cidadãos. Para Bennedict e McMahon (2006), Uma infra-estrutura verde consiste numa rede ecológica que engloba as componentes ambientais, sociais e económicas, ou seja, uma rede para o suporte da vida.
Em Portugal, a infra-estrutura verde é designada por Estrutura Ecológica da paisagem ou do território. De acordo com Ferreira (2010a), esta estrutura reconhece os sistemas ecológicos fundamentais e orientadores de uma implementação sustentável da estrutura edificada de forma a promover a biodiversidade em ambiente urbano. O mesmo autor refere ainda que a definição de uma Rede de Corredores Verdes com base na Estrutura Ecológica proporciona um instrumento eficaz de requalificação ambiental de territórios desestruturados, com especial ênfase nas áreas urbanas, constituindo igualmente uma excelente base para a definição de uma Estrutura Ecológica Urbana.
O presente artigo discute o contributo das Infraestruras-verdes, das Estruturas Ecológicas e das Rede de Corredores Verdes para a definição de um modelo de ocupação urbana sustentável em áreas sob pressão urbana.


Palavras-chave


Infra-estrutura verde, corredores verdes, estrutura ecológica e urbanismo sustentável.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i1p69-90

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.