Portal da USP Portal da USP Portal da USP

O Vitral como Objeto no Portal  de Entrada do Parque da Água Branca

Regina Lara Silveira Mello, Paulo Eduardo Barbosa

Resumo


A exemplo das cidades europeias do período pós‐revolução industrial no  século XVIII, parques públicos urbanos surgem em São Paulo, como o Parque da Água Branca, inaugurado em 1929, instituído para atender  à demanda da crescente indústria agropecuária. Neste, destaca‐se o Portal de Entrada de aparência futurista, completamente diferente das demais. O portal projetado pelo engenheiro Mário Tomaz Whately emoldura um conjunto de vitrais com temática da agricultura e pecuária, criado pelo artista Antônio Gomide em parceria com a Casa Conrado. Por ocasião do restauro completo do portal, incluindo os vitrais, realizado pelos autores deste artigo em 1997, foram encontrados documentos que embasam reflexões e ajudam a situar historicamente esta edificação tão interessante, entre eles uma foto do portal em 1940 em que é perceptível a funcionalidade daqueles imensos objetos brilhantes, atualmente ofuscados pela luminosidade do entorno.

Palavras-chave


vitral, processo criativo, objeto urbano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v0i1p97-113

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.