Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A PROBLEMÁTICA DOS REFUGIADOS NA AMÉRICA LATINA E NO BRASIL

Julia Bertino Moreira

Resumo


O presente artigo objetiva analisar como os países da América Latina têm tratado a
problemática dos refugiados desde o pós-guerra até os dias atuais. A região, logo após a Segunda Guerra
Mundial, recebeu grande contingente de refugiados provenientes da Europa. Entretanto, durante os anos
1970 e 1980, vários de seus países (como El Salvador, Nicarágua, Guatemala e Chile) foram governados
por regimes ditatoriais, o que gerou grande fluxo de refugiados latino-americanos no mundo. Tendo
esse objetivo em vista, estudaram-se os principais instrumentos internacionais e regionais relativos aos
refugiados (a Convenção Relativa ao Estatuto dos Refugiados de 1951, o Protocolo sobre o Estatuto dos Refugiados de 1967 e a Declaração de Cartagena de 1984), destacando os contextos em que foram elaborados, assim como se apontaram os países da região que ratificaram estes instrumentos.


Palavras-chave


América Latina; Relações Internacionais; Política territorial; Geopolítica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1676-6288.prolam.2005.81791

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais