Portal da USP Portal da USP Portal da USP

NOTAS SÔBRE MODIFICAÇõES DO "MIFC" NA CONSERVAÇÃO DE FEZES PARA PESQUISA DE CISTOS DE PROTOZOÁRIOS

J. O. Coutinho

Resumo


O Autor estuda a técnica do "MIFC" (mertiolato-iodo-formalina) recomendada na conservação e coloração de fezes para a pesquisa de ovos de helmintos e cistos de protozoários intestinais. Introduz algumas modificações, substituindo a tintura de mertiolato a 1 : 1000 pela de mercúrio crômo a 2: 1000 e recomendando o emprêgo do lugol após o preparo do material para exame. Estuda comparativamente o "MIFC" modificado e o "Faust", através dos resultados obtidos em 200 exames realizados, e verifica que os dois métodos são semelhantes na prática. Acentua, ainda, que o material conservado na solução de mercúrio crômo-formalina presta-se para ser examinado pelas técnicas usuais de enriquecimento. Acha que o "MIFC" modificado é de grande aplicação nos inquéritos coprológicos em zona rural.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2358-792X.v10i1-2p65-70

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.